LOGO_GREAT

SEO para blog: como otimizar conteúdos para o Google?

Investir em conteúdo é um passo essencial para avançar nas suas estratégias de marketing digital. Na prática, isso significa prestar atenção no SEO para blog. Esse é o elemento no qual você precisa investir para otimizar seus materiais para mecanismos de buscas.

É por isso que devemos ter em mãos um checklist com todos os pontos que precisam ser trabalhados para que os conteúdos tenham um bom desempenho. Essa lista é fundamental na criação, mas você sempre pode voltar e melhorar artigos antigos.

Neste conteúdo, vamos listar as dicas de SEO para blog que devem ajudar você a otimizar os seus conteúdos. Acompanhe!

Como aplicar SEO para blog e otimizar conteúdos

O SEO para blog é importante porque ajuda a aumentar o tráfego do seu site. E o melhor: você não precisa pagar nada a mais por isso!

Há muitas coisas que você pode fazer para otimizar as postagens do seu blog para SEO. Mas afinal, qual é a melhor forma de fazer isso e aparecer nos mecanismos de buscas?

Você vai conferir isso agora mesmo com a nossa lista completa de itens que precisam de atenção em cada publicação.

URL

O endereço da página é o ponto de partida para otimizar o seu conteúdo e fazer os mecanismos de buscas posicionarem ele bem.

Lá, você deve realizar duas ações:

  1. criar um link amigável: ele deve ser curto e direto, separando as palavras por hífen;
  2. incluir sua palavra-chave principal: o ideal é focar apenas nela para formar sua URL.

É assim que os mecanismos de pesquisas entendem o que a sua página representa. Por isso, é um fator de ranqueamento importante.

Sempre personalize a URL antes da publicação. Se o conteúdo fala sobre sapatos femininos casuais, o endereço pode ser www.seusite.com/blog/sapatos-femininos-casuais.

Title tag

O title tag é um dos itens que devem aparecer no início do seu código HTML. Ele representa exatamente o título da sua postagem que vai ser apresentado nos resultados dos mecanismos de buscas. Então, é mais um item extremamente importante para ter uma boa performance nos rankings.

Um bom title tag torna seu artigo mais relevante para as pesquisas e motiva os usuários a clicarem nele quando olharem os resultados das buscas realizadas.

Você também deve tornar esse título mais amigável usando a palavra-chave principal e respeitando o limite de 60 caracteres (um title tag maior que esse será cortado ao aparecer nos resultados).

Além de adicionar sua palavra-chave, é importante que seu título seja cativante e digno de clique. Isso porque a taxa de cliques desempenha um papel relevante no SEO.

Meta description

A meta description é um código HTML que você deve adicionar a qualquer página. Seu objetivo é fornecer uma breve descrição do seu artigo para os mecanismos de pesquisas. É ela que aparece logo abaixo do título nos resultados de buscas.

Como as pessoas vão ler suas meta descriptions, tenha sempre certeza de que elas são realmente úteis. Ainda é necessário mencionar as palavras-chave pelo menos uma vez nas descrições para ajudar no SEO para blog.

Redes sociais como Facebook, Twitter e LinkedIn também exibem essas descrições quando seus artigos são compartilhados nelas.

Lembrando que há um limite de 160 caracteres para a meta description. Tente permanecer dentro dele para garantir que os leitores terão um resumo completo do conteúdo.

Título

Uma das partes principais de qualquer página é o título que aparece no topo do conteúdo. Esse espaço é uma oportunidade para você comunicar o tema que ele aborda.

Aqui, você não tem a preocupação de atender a um limite específico de caracteres. Por isso, use o título do conteúdo em si para passar mais informações do que no title tag. Mas atenção: não precisa exagerar! Crie algo na medida certa para chamar a atenção de quem acessar a página.

Também é importante incluir a palavra-chave aqui. Felizmente, como sua postagem abordará tópicos específicos sobre determinado tema, não será difícil encontrar uma maneira natural de incluir o termo principal.

SEO para blog

Subtítulos

Os subtítulos da sua página são outra parte que os mecanismos de pesquisas consideram para entender o que ela representa e se realmente conta com um conteúdo de qualidade.

Isso significa que você precisa procurar oportunidades para incluir suas palavras-chave nos outros cabeçalhos da página de forma natural. Na prática, essa divisão é feita com os subtítulos indicados pelas tags <h2>, <h3>, <h4> e assim por diante, sempre pensando no SEO para blog.

Os subtítulos costumam ser um bom lugar para incluir palavras-chave secundárias que você tenha planejado, já que não faz sentido usar a palavra-chave principal em todos eles.

Cada subtítulo deve ser seguido por um texto de até 300 palavras, de modo a mostrar para os mecanismos de buscas que o conteúdo em questão é de fácil leitura, como veremos a seguir.

Parágrafos

A legibilidade é um fator considerado pelos mecanismos de pesquisas e, portanto, é essencial quando pensamos em SEO para blog. Os artigos que são mais fáceis de ler geralmente têm um ranqueamento mais alto do que os que não são amigáveis.

Por isso, é preciso seguir duas regras fundamentais:

  1. criar parágrafos curtos, com média de três a cinco linhas;
  2. evitar frases longas, mantendo um limite médio de 20 palavras.

Ao melhorar a legibilidade dos parágrafos, você aumenta as chances de o leitor ficar por mais tempo no seu conteúdo.

Você ainda pode adicionar espaço em branco ao redor do texto, usar imagens para facilitar a aparência dele e inserir listas sempre que possível.

Além desse ponto, precisamos falar sobre dois tipos de parágrafos em especial: os introdutórios e os conclusivos.

  • introdutórios: o primeiro parágrafo de um conteúdo é essencial para SEO, já que sua função é dar um resumo do que virá em seguida. Ele possui o papel de prender o leitor, já que o visitante pode decidir se continua ou não a leitura em pouco tempo;
  • conclusivos: o último parágrafo, que traz a conclusão, também tem um papel fundamental para o posicionamento do conteúdo. É nele que você fecha o raciocínio do texto e abre espaço para uma chamada para a ação. Falaremos mais sobre isso adiante.

Já falando do conteúdo como um todo, unindo os parágrafos, existem recomendações sobre as quantidades de palavras a serem utilizadas.

Para publicações feitas na plataforma Wordpress, que conta com o plugin Yoast SEO, sempre surge o alerta de que a quantidade mínima esperada é de 400 palavras.

Atualmente, a recomendação média é de 1890 palavras, com base em uma análise dos conteúdos dos sites que alcançaram a primeira página dos resultados do Google.

Palavras-chave

Depois de fazer sua pesquisa de palavras-chave e ter ideias de termos, é preciso escolher uma que tenha grande volume de buscas e baixa concorrência para ter o melhor desempenho no SEO para blog.

Essa será sua palavra-chave principal. É a frase que seus usuários provavelmente usarão para fazer pesquisas nos mecanismos de buscas.

A maneira mais fácil de encontrá-las é simplesmente inserir a palavra-chave no Google e rolar a página de resultados até a parte inferior. Lá, você encontrará a lista de pesquisas relacionadas que podem dar um norte para a escolha que você fará para determinado conteúdo.

Outra maneira é usar ferramentas como Google Trends, SEMrush, Ubersuggest, Majestic e Keyword Tool, que oferecem relatórios completos sobre os termos utilizados pelos usuários para pesquisas nos mecanismos de buscas.

A dica é escolher, sempre que possível, palavras-chave longas. Afinal, aquelas de uma ou duas palavras geralmente são muito disputadas e difíceis de render uma boa posição nos resultados de pesquisas.

Mas onde utilizar as palavras-chave? Para melhorar sua performance de SEO para blog, existem alguns espaços específicos dos seus conteúdos que devem contar com elas. Os principais são:

  • title tag;
  • meta description;
  • título;
  • primeiro parágrafo;
  • subtítulos (de preferência, mais de um, mas sem exageros);
  • conclusão;
  • corpo do texto.

Então, sempre garanta que os seus conteúdos tenham as palavras-chave nesses espaços.

Links internos e externos

O uso de links é essencial no SEO para blog. É por meio deles que uma página faz uma indicação e dá relevância para outra. Dessa forma, podemos tanto usar links internos, levando para páginas do próprio site, quanto links externos, que direcionam o leitor para outros sites.

Com o link interno, você pode enviar novos leitores para as postagens mais relevantes sobre temas citados durante o conteúdo. Essa vinculação interna é uma ótima maneira de desenvolver um relacionamento contextual entre suas postagens novas e antigas. Ainda permite que você passe relevância para seus artigos mais antigos.

Também é importante incluir ao menos um link externo para mostrar que você se preocupa em indicar o melhor conteúdo, mesmo que ele esteja em outro site.

CTA

Call To Action ou CTA é o termo utilizado para se referir à chamada para ação que geralmente aparece no fim de um conteúdo. Ele indica qual é o próximo passo que o leitor deve dar e, por isso, é interessante inserir um link que leve para as redes sociais, outro conteúdo do blog ou uma página de conversão.

Essa área específica não possui interferência direta no seu posicionamento, pensando do ponto de vista de SEO para blog. Mas, na prática, é a partir disso que você vai conseguir gerar resultados importantes, como o aumento de curtidas nas redes sociais, a otimização do tráfego no seu site ou a geração de novos leads.

Recursos multimídia

Pensando em SEO para blog, os mecanismos de buscas geralmente classificam os conteúdos mais envolventes nas primeiras posições dos resultados de pesquisa. E já é claro que imagens e vídeos são muito mais atraentes do que apenas um texto simples.

Ao adicionar imagens, você complementará tudo que descreve no conteúdo de forma visual. E não é preciso pagar para ter opções de qualidade, pois já existem muitos bancos gratuitos, onde você pode encontrar fotos e artes disponíveis para suas postagens.

Os vídeos são ainda mais atraentes que as imagens. Você pode converter as postagens do seu blog em apresentações de slides ou experimentar outros formatos. Também recomendamos enviar seus conteúdos para o YouTube, já que esse é o segundo mecanismo de pesquisas mais popular do mundo.

Independentemente do formato escolhido — imagem ou vídeo —, é interessante renomear o material e completar eventuais campos de descrição com a palavra-chave escolhida para o conteúdo.

Agora que você já conhece todas essas dicas para conseguir executar bem o SEO para blog, considere a possibilidade de contar com o apoio de profissionais e agências de marketing digital, pois eles podem contribuir para a produção de blog posts com a “anatomia perfeita”.

Para receber outros conteúdos que vão ajudar a alavancar seus resultados, assim como o SEO para blog, acompanhe as nossas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn.

Adicionar Comentário