LOGO_GREAT

Palavras-chave: o que são e como pesquisá-las?

O marketing digital é uma excelente forma de conquistar clientes e resultados para empresas de todos os segmentos. Isso porque as pessoas estão cada vez mais conectadas e pesquisam antes de adquirir produtos ou serviços. Nesse sentido, as palavras-chave são muito relevantes.

Até mesmo para comprar em lojas físicas as pessoas pesquisam antes na internet. De acordo com um estudo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), 97% dos internautas buscam por informações online antes de uma compra presencial.

É por isso que o seu site ou blog precisa estar bem posicionado nos resultados de buscas no Google. No entanto, apenas trabalhando bem com palavras-chave isso realmente é possível. Então, saiba mais sobre elas a seguir!

Afinal, o que são palavras-chave no marketing digital?

Podemos definir as palavras-chave como termos que são compostos por uma ou mais palavras e costumam ser utilizados pelas pessoas para fazer pesquisas na internet, principalmente no Google.

As palavras-chave são um dos pilares do SEO e do marketing de conteúdo. Se você fizer um bom trabalho com elas, sua empresa será mais mostrada em resultados orgânicos de pesquisa. Ou seja, você precisará investir menos em anúncios!

Quanto mais os usuários fazem pesquisas com esses termos, maiores são as chances de eles encontrarem os conteúdos produzidos pela sua empresa. Logo, eles podem se engajar numa estratégia de inbound marketing e se tornarem seus clientes.

Porém, ao inserir palavras-chave em blogs e sites, é preciso ter cuidado! Não adianta “forçar” o uso, como somente repeti-las muitas vezes ao longo de um texto. Elas devem ser utilizadas com naturalidade e estratégia.

Como fazer uma boa pesquisa de palavras-chave para a sua empresa?

Depois de compreender o que são palavras-chave, é necessário saber como pesquisar os termos mais relevantes para a sua empresa.

Para isso, temos algumas dicas práticas. Veja!

Tenha uma persona

O ponto de partida da pesquisa de palavras-chave é a persona do seu negócio. Trata-se de um personagem semifictício que deve ser construído a partir de entrevistas com clientes que representem bem o perfil de quem compra da sua empresa.

Para definir uma persona, é preciso compreender o comportamento dela na internet. Busque entender quais são os assuntos pelos quais ela se interessa, para que sejam desenvolvidos conteúdos com palavras-chave que sanem suas dúvidas.

Defina um objetivo para a sua estratégia

A escolha das melhores palavras-chave também depende do objetivo da sua estratégia de marketing digital. Eles podem variar de acordo com as etapas do funil de vendas do inbound marketing: atração, consideração e decisão.

Quando a pessoa ainda não conhece a sua marca, por exemplo, o objetivo é fazer com que ela encontre seu site ou blog via mecanismos de busca. Isso é possível graças a palavras-chave mais genéricas. No entanto, pode ser que ela não esteja necessariamente interessada em seus produtos ou serviços nesse momento.

Por outro lado, se a pessoa busca formas de resolver um problema e sua empresa é capaz de ajudá-la, é importante oferecer ferramentas que sejam úteis. Exemplo disso acontece quando ela baixa um e-book e compartilha dados como telefone e e-mail.

Já em outros momentos, o objetivo é realmente vender, ou seja, alcançar quem já tem em mente comprar de uma empresa como a sua.

As palavras-chave devem acompanhar cada uma dessas situações.

Palavras-chave

Leve o segmento, os produtos e os serviços da empresa em consideração

Ao definir palavras-chave, é essencial considerar o segmento da sua empresa, bem como os produtos e serviços que você vende. Afinal, de acordo com essas informações, podem ser definidos termos específicos para o seu negócio.

Uma loja de calçados, por exemplo, deve buscar formas de utilizar palavras-chave relativas aos seus produtos nos conteúdos que produz. Dessa forma, as pessoas que pesquisam por eles poderão encontrá-la no Google. A mesma lógica vale para qualquer segmento.

Investigue os concorrentes

A ideia aqui não é copiar a concorrência, mas sim verificar como ela lida com a produção de conteúdo para a web.

Algumas ferramentas analisam os sites que você informa e geram relatórios que indicam as palavras-chaves utilizadas. Falaremos mais sobre elas adiante.

Outra ferramenta que pode ser usada é o Google Alerts. Nela, você define palavras-chave e é avisado quando novas publicações surgem.

Se você perceber que uma determinada palavra-chave é muito utilizada pelos concorrentes, pode desenvolver estratégias melhores — como produzir conteúdos mais completos — e tentar ultrapassá-los no ranking do Google.

Utilize as ferramentas adequadas

Existem ferramentas online que ajudam na pesquisa de palavras-chave. Uma delas é o Google Trends, mantida pelo próprio Google. Ela mostra, a partir de um termo, quais são os assuntos mais pesquisados no buscador.

O Google Trends também filtra os resultados por localização geográfica. Assim, se uma empresa atende somente Minas Gerais, por exemplo, pode verificar as buscas feitas apenas nesse estado.

Existem ainda ferramentas similares, como:

  • SEMrush: possibilita acompanhar os resultados de palavras-chave, links e tráfego do seu próprio site e também dos concorrentes;
  • UberSuggest: a ferramenta se destaca por dar ideias de conteúdos a serem produzidos com as palavras-chave;
  • Majestic: essa ferramenta tem o diferencial de mostrar relatórios de sites que estão no topo. Ela tem outros recursos interessantes, como consulta de backlinks, mas para ter acesso à versão completa é preciso pagar uma mensalidade;
  • Keyword Tool: mostra relatórios de busca de mídias além do Google. Você pode pesquisar os rankings do YouTube, do Instagram e do Twitter, por exemplo.

Quais são os principais critérios que devem ser analisados durante uma pesquisa de palavras-chave?

Existem ainda alguns critérios muito importantes que precisam ser analisados em uma pesquisa de palavras-chave. São os seguintes:

  • volume: a quantidade de vezes que um termo foi utilizado para pesquisas;
  • dificuldade: a concorrência com outras empresas que usam a palavra-chave;
  • oportunidade: a possibilidade de criar conteúdos com tal palavra-chave;
  • intenção de compra: o interesse em comprar por parte de quem pesquisa pelo termo;
  • posição atual: o posicionamento da palavra-chave no ranking dos buscadores.

Com base nesses critérios, você pode criar listas de palavras-chave para serem utilizadas em estratégias de inbound marketing e marketing de conteúdo, envolvendo o SEO.

Como você deve ter percebido, pesquisar e definir palavras-chave é um processo complexo e trabalhoso. Por isso, contar com uma agência que seja especialista nisso é interessante para ter mais êxito com a estratégia.

Gostou deste conteúdo? Então, siga as nossas redes sociais para acompanhar mais publicações interessantes! Sempre postamos novidades no Facebook, no Instagram e no LinkedIn.

Comentários

  • 23 de julho de 2020

    Greetings! Very helpful advice on this article! It is the little changes that make the biggest changes. Thanks a lot for sharing!

    reply

Adicionar Comentário